Sindicato dos Vigilantes de Sorocaba

Sindicato dos Vigilantes de Sorocaba e Região
VAGAS DE EMPREGO

A festa foi um sucesso.

A segunda festa de confraternização dos Vigilantes de Sorocaba e região foi um sucesso, com muita música, muitos brindes e a presença marcante da categoria dos Vigilantes e familiares e a presença dos nossos companheiros o Vereador Izídio de Brito Correa, do nosso companheiro Carlão presidente do Sindicato dos químicos, nosso companheiro Amaro do Sindicato dos Vigilantes de Barueri e região acompanhdo de quem mais entende de assuntos sindicais, o Nelsinho Salazar e é Claro, nosso amigo que luta pela categoria lá em Brasilia, Jose Boa Ventura, presidente da CNTV.

Como no ano passado, homenageamos um companheiro e será feita esta homenagem todos os anos, aos companheiros que são exemplo de profissionalismo e companheirismo.

Claro, que nem tudo as vezes sai como queríamos, afinal, nem Jesus cristo agradou a todos, e devido a isto, alguns companheiros um pouco exaltados quase estragaram a festa,houve muuuuuuita gente , o eu ocasionou uma fila para os espetinhos, mas graças a Deus tudo dentro dos conformes, afinal, tudo serve de aprendizado e com certeza a próxima será melhor ainda.

Para a Diretoria e para o Presidente Sergio, a intenção, além de proporcionar bons momentos para a família da categoria dos Vigilantes que afinal somos uma família, é a união desta categoria e cada vez mais conquistarmos o nosso devido respeito e a nossa valorização.

Agradecemos a Diretoria, aos colaboradores do Sindicato que não mediram esforços para que esta festa fosse um sucesso, e ao nosso Presidente Sergio Ricardo dos Santos pelo esforço para proporcionar para a nossa categoria,sempre dias melhores, e especialmente aos companheiros e companheiras que estiveram presentes no evento.

Para aqueles que infelizmente não se sentiram 100% satisfeitos, nosso pedido de desculpas, pois a intenção era a melhor possível, mas como já dizemos no início, nem Jesus agradou a todos.

Nosso mais sincero MUITO OBRIGADO!

Novo endereço do Espaço para entrevistas:

Rua Líbero Badaró,37

Próximo da Rodoviária de Sorocaba

 

BENEFÍCIOS PARA ASSOCIADOS

              ASSOCIE-SE

Em Sorocaba, o atendimento é realizado na nossa Sede Social situada na Rua Líbero Badaró, 70 Próximo da Rodoviária

Cabeleireira Silmara


 

Contra a Violência, maus tratos e Violência sexual contra crianças 

 



Saiba mais sobre o que não pode ser descontado em faltas justificadas do trabalho

FALTAS JUSTIFICADAS

A legislação trabalhista admite determinadas situações em que o empregado poderá deixar de

comparecer ao serviço, sem prejuízo do salário.

As dispensas legais são contadas em dias de trabalho, dias úteis para o empregado.

Quando a legislação menciona "consecutivos", este é no sentido de sequência de dias de trabalho, não

entrando na contagem: sábado que não é trabalhado, domingos e feriados.

Exemplo : Falecimento do pai do empregado na quinta-feira à noite, este empregado não trabalha aos

sábados, então poderá faltar, sem prejuízo do salário, a sexta-feira e a segunda-feira.

 

FALTAS ADMISSÍVEIS

O empregado poderá deixar de comparecer ao serviço sem prejuízo do salário:

até 2 (dois) dias consecutivos em caso de falecimento do cônjuge, ascendente, descendente, irmão ou

pessoa que, declarada em sua Carteira de Trabalho e Previdência Social, viva sob sua dependência

econômica;

_ até 3 (três) dias consecutivos em virtude de casamento;

_ por 5 (cinco) dias em caso de nascimento de filho, no decorrer da primeira semana (licençapaternidade);

_ pelo período de 120 (cento e vinte) dias de licença-maternidade ou aborto não criminoso;

_ pelo período de 15 (quinze) dias no caso de afastamento por motivo de doença ou acidente de

trabalho, mediante atestado médico e observada a legislação previdenciária;

_ por 1 (um) dia, em cada 12 (doze) meses de trabalho, em caso de doação voluntária de sangue devidamente comprovada por meio de atestado médico.

até 2 (dois) dias consecutivos ou não, para o fim de se alistar eleitor, nos termos da lei respectiva;

ENCERRADAS AS NEGOCIAÇÕES SALARIAIS 2015

 

Foram encerradas as negociações coletivas da Campanha Salarial 2015 com o sindicato patronal – o Sesvesp (Sindicato das Empresas de Segurança Privada, Segurança Eletrônica e Cursos de Formação do Estado de São Paulo), - que garantem reposição salarial a um total 260 mil profissionais de segurança privada do estado de São Paulo, representados por 23 sindicatos e uma federação (Fetravesp). Ficou decidido o reajuste salarial de 6,3338% à categoria, de acordo com o INPC do IBGE acumulado nos últimos 12 meses.

O reajuste passa a vigorar a partir do dia 1º de janeiro e será válido até 31/12/2015. Com isso, o piso da categoria será de R$ 1.218,15 e o vale-refeição de R$ 17,68 por dia de trabalho prestado, considerando o desconto de 18% permitido pelo PAT (Programa de Alimentação do Trabalhador), o valor será de R$ 14,50. Outras cláusulas da pauta continuam inalteradas

 


 

 

 

 

 


Atraso frequente nos salários rende indenização por danos morais.

Um vigilante da Fortesul Serviços Especiais de Vigilância e Segurança Ltda ganhará R$ 5 mil de indenização por danos morais por ter recebido seus salários com atraso quando trabalhou para a empresa. A decisão é da Terceira Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região (GO), que manteve sentença de primeiro grau. 

Inconformada com a decisão, a empresa recorreu e argumentou que não houve prova dos danos morais alegados pelo trabalhador. Os contracheques apresentados, no entanto, comprovaram que a empresa efetuava o pagamento dos salários com atrasos frequentes. De acordo com o relator do processo, desembargador Elvecio Moura, que acatou os fundamentos da sentença, a mora salarial contumaz provoca transtornos ao empregado causando-lhe angústia e sofrimento. 
Segundo o magistrado, comprovada a mora salarial, presume-se a perda da capacidade de o trabalhador honrar seus compromissos. Assim, ao reconhecer a gravidade do comportamento contumaz da empresa, a Terceira Turma negou provimento ao recurso da empresa, mantendo a decisão de primeiro grau.

Fonte: JusBrasil/CNTV/JCLS

 



A Profissão Vigilante

é a denominação para a profissão dentro do ramo de Segurança Privada.

Vigilante é um profissional especializado em segurança, que a legislação conceitua como sendo “pessoa adequadamente preparada”, para o exercício da atividade de segurança de estabelecimentos financeiroscomerciais, residências, condomínios, etc. Os vigilantes também são considerados como uma extensão de segurança Pública (Força Auxiliar).

 

A profissão de Vigilante é fiscalizada e autorizada pela Policia Federal.

Para exercer a função de vigilante é necessário fazer um curso de formação de vigilantes em uma academia autorizada.

 


 


 

 

   

Modalidades do Vigilante

Existem 4 Modalidades Ligadas a Prófissão de Vigilante.

Patrimonial - Responsável pela segurança de um Estabelecimento , Condôminio , Residência , Fábrica , Banco e etc. Seu campo de atuação é somente pelo local o qual faz a segurança , tendo como limite somente os mesmos.

Escolta Armada - Responsável pela segurança durante um deslocamento de uma carga ou bem , como Cargas do tipo Alimentícias , Eletrodomésticos , Eletrônicos , Remédios ,Cigarros , Obras de Arte , Peças Industriais , Jóias e etc. Seu campo de atuação é público sendo determinado um perímetro determinado móvel da carga como limite.

Transporte de Valores - Responsável pela segurança de transporte e manejo de valores como dinheiro , moedas ,cartões , documentos confidenciais e financeiros. Seu campo de atuação é público tendo como limite o perímetro do carro forte e o local aonde será entregue os valores.

Segurança Pessoal - Responsável pela segurança de pessoas (Os chamados VIPs, Executivos , Políticos e Autoridades) . Seu campo de atuação é Publico tendo como limite o perímetro móvel a Pessoa Protegida.

Fonte: Vigilante QAP

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS (ver todas)
LINKS ÚTEIS

CNV
Balancete